Alter ego

Eu e a minha nova amiga, cujo nome ainda desconheço

Não sei dizer, com precisão, qual a razão que nos levou a conversar pela primeira vez. Talvez porque alguém (ou algo) nos alertou para o facto de sermos conterrâneas. Ou por mera empatia, à primeira vista. Mas a verdade é que começámos. Começámos e não parámos. Falamos de tudo um pouco. Das filhas dela, do… Continuar a ler Eu e a minha nova amiga, cujo nome ainda desconheço

Alter ego

Bora lá comemorar, à séria, o dia dos amigos e da família?

Nada contra mas, só nos últimos meses, já me apercebi de umas três comemorações do Dia dos Irmãos – será que há um por mês e ninguém me informou disso? E a cada um deles o ritual repetiu-se: as redes sociais inundaram-se de fotos de irmãos, meios-irmãos, irmãos do coração, e afins. No dia dos… Continuar a ler Bora lá comemorar, à séria, o dia dos amigos e da família?

Alter ego

Será que os dias passam mesmo a correr?

Maria José Santana O tempo voa”. “Os dias passam a correr”. São expressões que usamos com frequência. Talvez até em demasia, atendendo a que muitas vezes as proferimos como uma espécie de desculpa pelo adiamento do café ou almoço que ficámos de marcar com aquele amigo especial. Verdade seja dita: o tempo não voa; o… Continuar a ler Será que os dias passam mesmo a correr?

Alter ego

Ela é obrigada a sorrir com vontade de chorar

De repente, o mundo dela virou-se ao contrário. O seu grande projecto de vida pessoal desmoronou-se. Mais grave do que isso: tudo aconteceu sem aviso prévio, com a rapidez e a brutalidade de um tsunami. Gostava de lhe poder aliviar a dor, mas a única coisa que está ao meu alcance é ajudá-la a suportar… Continuar a ler Ela é obrigada a sorrir com vontade de chorar