Destinos

Roteiro de três dias pela região do Tua

Paisagens deslumbrantes, gastronomia e vinhos capazes de agradar aos paladares mais exigentes, miradouros para deixar o olhar viajar, e gente afável e hospitaleira. Impossível pedir mais. O Parque Natural Regional do Vale do Tua – que integra os municípios de Alijó, Carrazeda de Ansiães, Murça, Mirandela e Vila Flor – recebeu-nos de braços abertos, numa viagem que serviu para demonstrar que a região tem muito para oferecer e merece uma estadia mais prolongada.

A sugestão passa por reservar um fim-de-semana para partir à descoberta de tudo o que o Tua tem para oferecer. Ficam as dicas para um roteiro de três dias.

Museu da Oliveira e do Azeite

O Museu da Oliveira e do Azeite, situado em Mirandela, nasceu nas antigas instalações da Moagem Mirandelense. O Museu possui uma réplica de um Lagar de Azeite que está exposta no pavilhão central da Antiga Moagem, um módulo dedicado à Oliveira, onde tem uma projeção de vídeo que introduzirá o tema da fauna e da flora associadas à mesma.

Tem também uma sala do trabalho, animada com o som de canções de trabalho, fotografias da atividade do varejo da azeitona e do seu transporte e pela presença de material etnográfico, e umas quantas coleções de material relacionado com as consabidas utilizações do azeite, gastronomia, indústria farmacêutica, iluminação, aquecimento, cosmética e indústria conserveira.

Restaurante Maria Rita

Restaurante de referência em Trás-os-Montes o “Maria Rita” é a face mais visível de um projeto carregado de história diretamente ligado à própria história da aldeia do Romeu.

A Soc. Clemente Menéres Lda., proprietária do restaurante, é uma sociedade agrícola familiar fundada em 1902. Estabelecida desde 1874, produz vinho, azeite e cortiça na Quinta do Romeu e detém no Porto, na marginal do rio Douro, zona Património Mundial, o extinto Convento de Monchique e edifícios anexos onde tem sede e armazéns desde o século XIX.

Percurso Pedestre das Fragas Más

Uma das melhores formas descobrir as paisagens naturais do Tua é a caminhar. O “Trilho das Fragas Más” tem o seu início e fim junto ao painel informativo localizado no jardim das Laranjeiras na aldeia de São Mamede de Ribatua – tem uma extensão de cerca de 10 quilómetros -, em Alijó. É um dos 12 trilhos da Rede de Percursos Pedestres do PNRVT, todos eles homologados pela Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.

Miradouro do Ujo

O Miradouro do Ujo situa-se a entre as aldeias de São Mamede de Ribatua e Safres, numa imponente infraestrutura que permite ao visitante observar em pleno um extenso troço deste vale e da atual albufeira.

A vista é diversificada e marcada pelo recorte das montanhas com vinhas, sobreiros, pinheiros, oliveiras, laranjeiras e o rio sinuoso que brilha lá no fundo.

Centro Interpretativo do Vale do Tua

A exposição permanente que compõe o Centro Interpretativo do Vale do Tua, em Carrazeda de Ansiães, está dividida em três grandes temas: o vale, a linha do Tua e a barragem. O discurso museográfico do CIVT pretende despertar emoções e gravar-se na memória dos visitantes, através de dois contextos expositivos, a exposição de longa duração e as exposições temporárias.

Outra das razões para um esperado aumento de visitantes tem a ver com a distinção conseguida pelo gabinete de arquitetura do CIVT, pelas soluções ali implementadas, que agora são referência internacional.

Tua Mercearia

A “Tua Mercearia” é uma antiga casa recuperada localizado na aldeia de Foz-Tua, em frente à Estação Ferroviária do Tua. É o espaço ideal para uma agradável degustação de petiscos, destacando-se as tábuas de enchidos e queijos.

Esta ideia de negócio foi premiada no âmbito do Programa de Empreendedorismo do Vale do Tua – PEVTUA –  Prémios Tua 2017 – 3º edição, o que permitiu à proprietária a concretização de um sonho.

Miradouro “Olhos do Tua”

Miradouro localizado no limite nordeste da aldeia de Castanheiro do Norte com uma excelente vista panorâmica sobre um amplo troço do vale do rio Tua. A estrutura do miradouro, projeto do escultor Paulo Moura, foi construída em aço corten e representa a quilha de um barco numa alusão à recente navegabilidade deste curso fluvial.



Castelo de Ansiães

Com uma implantação geográfica que lhe confere excelentes condições naturais de defesa, o Castelo de Ansiães surge-nos com uma história milenar, cujo início se fixa por volta do IIIº milénio A.C. Desde esse período que as caraterísticas geomorfológicas do sítio em muito terão contribuído para uma ocupação quase sucessiva desta topografia. Esta vocação para a defesa natural adquire particular importância durante o processo da Reconquista Cristã.

Santuário de Nossa Senhora da Assunção

Situado em Vilas Boas, é o maior e um dos mais importantes santuários Marianos de Trás-os-Montes. Erguido no século XIX no alto de um monte que domina toda a paisagem envolvente, representa um dos pontos mais altos do Concelho, com cerca de 760 metros de altitude. O Santuário de Nª Sr.ª da Assunção, é também Miradouro de primeira qualidade. Junto ao varandim do adro obtém-se uma rara e vasta paisagem, cobrindo a vizinha Sanábria, Montesinho, Bornes, Mirandela e as vilas e aldeias vizinhas num raio de 100km. A sua história é milenar visto ter existido um castro neste magnífico monte, que justamente foi escolhido pela sua capacidade de Posto de Vigia.

A Holminhos WineHouse

A Quinta Holminhos é uma empresa familiar representada pelo sócio gerente Victor Teixeira, que nasce e se desenvolve nos anos 90, partindo de uma longa tradição de exploração de produtos agrícolas.

O registo da marca Holminhos acontece no ano de 2003 e o primeiro vinho é comercializado em meados de 2004. Nesta altura a empresa tinha apenas uma referência, Holminhos Tinto.

A propriedade apresenta um total de 40 hectares, dos quais 12 são Vinha, localiza-se na freguesia de Seixo de Manhoses, Vila Flor em pleno Douro Superior.

Núcleo Museológico do Pão e do Vinho de Favaios 

Este espaço interpreta a história do vinho moscatel e do pão de Favaios, procurando valorizar os recursos locais e dar a conhecer tradições e processos associados a estes produtos.

Está instalado num edifício do século XVIII, localmente conhecido como “a Obra”, que integrava o conjunto solar da família Leite Ribeiro. Trata-se de um edifício inacabado do qual subsiste, em parte, a fachada principal onde se destacam elementos decorativos barrocos.

Quinta da Avessada

A Quinta da Avessada está situada no planalto vinhateiro de Favaios, no centro da zona demarcada do Douro. A 600 metros de altitude e com 1000 hectares de área plantada este é o ponto mais alto e plano da região. Um território vasto em que 90% da sua vinha é cultivada com a casta de Moscatel Galego. Aquela que dá origem ao Moscatel de Favaios.

Pousada Barão de Forrester

A Pousada Barão de Forrester, em Alijó, aprofundou a sua ligação ao Douro e à história da mais antiga região vitivinícola demarcada e regulamentada do mundo, proporcionando uma experiência que remete o visitante e o hóspede para o tempo e o espaço do Barão de Forrester. Tanto nos quartos como no restaurante, cada espaço conta uma história diferente sobre o Douro.

Esta é a única Pousada de Portugal na Região Demarcada do Douro.

O seu nome é uma homenagem a Joseph James Forrester, empresário inglês, radicado em Portugal durante o século XIX, que, em 1855, recebeu do Rei D. Fernando II o título de barão, pela sua dedicação ao estudo e valorização do Douro e do Vinho do Porto.

hdr

Uma opinião sobre “Roteiro de três dias pela região do Tua

Leave a Reply