carreira&trabalho

Elas aproveitam o pequeno-almoço para fazer networking

Uma vez por mês, juntam-se à mesa, tomam o pequeno-almoço e, mais importante que tudo, fazem networking. O evento Breakfast Girls Just Wanna Have Fun nasceu de uma iniciativa pontual – mais concretamente uma reunião entre mulheres no dia a elas consagrado (8 de Março) –, mas já é uma referência para quem gosta de partilhar experiências e buscar inspiração no feminino.

Sandra Nobre é a anfitriã destes encontros ao pequeno-almoço. A responsável pelo projecto Short Stories começou por juntar as convidadas e participantes em “locais mais palacianos e elegantes”, mas a verdade é que o evento também já assentou arraiais em espaços inusitados. Exemplos? Um barbeiro ou uma academia de boxe. “Tem a ver com a minha escola de jornalismo andar sempre a conhecer sítios novos nas cidades”, confessa a anfitriã, que já passou pelas redacções do Diário de Notícias, do Sol, para além de ter colaborado com diversos títulos.

Para o Breakfast Girls Just Wanna Have Fun Sandra Nobre convida sempre uma mulher inspiradora. O seu nome nunca é anunciado previamente para “evitar que as participantes se inscrevam porque vai alguém famoso”, conta. “Todas as mulheres que estão à mesa são importantes e todas têm experiências para partilhar”, evidencia.

As regras são as mesmas para cada encontro: na mesa há apenas 12 lugares (as inscrições esgotam sempre muito rápido) e durante duas horas – que facilmente se estende “para três, quatro horas” – conversa-se sobre carreira profissional e, igualmente, de estilos de vida, viagens ou vida familiar.

“Tenho conhecido mulheres fantásticas, com percursos profissionais e histórias de vida incríveis”, destaca Sandra Nobre. Entre as suas convidadas já estiveram “Sofia Hoffmann, cantora de jazz; Eduarda Abbondanza, ModaLisboa; Rita Rivotti, designer multipremiada de rótulos de vinhos; Rosália Amorim, directora do jornal Dinheiro Vivo; Francisca van Zeller, produtora de vinhos Quinta do Vale Dona Maria; Ana Gil, ilustradora; a artista Ana Pérez-Quiroga…”.

 

Breakfast Palacete Chafariz d’El Rei (foto de Silvia Martinez)

 

E porquê ao pequeno-almoço? “Há menos gente nos sítios onde fazemos os encontros e acaba por ser mais relaxante. Ao almoço é tudo mais formal, vêm servir-nos mais vezes à mesa”, justifica Sandra Nobre.

Aquelas que quiserem garantir um lugar num dos próximos pequenos-almoços têm de formalizar a sua inscrição o quanto antes – o encontro de Dezembro, por exemplo, já está esgotado. Com essa boa notícia: em 2019, o evento vai ter edições também no Porto (o melhor mesmo é começar já a acompanhar a página de facebook do Breakfast Girls Just Wanna Have Fun para assegurar lugar à mesa).

Outra grande novidade é o primeiro fim-de-semana de “girls”, agendado para dias 8 e 9 de Dezembro, no Douro – mais concretamente no Six Senses Douro Valley. À espera das participantes e convidadas estará “um programa de luxo com visitas, provas de vinhos e workshops”. “Quanto ao pequeno-almoço, vai ser com os olhos postos no rio entre os socalcos que fazem deste território Património da Humanidade pela UNESCO”, destaca a anfitriã.

Para poder ter acesso ao programa detalhado do evento – que além de visitas e encontros também compreenderá a realização de dois workshops (fotografia e storytelling) – basta contactar através do e-mail girlsnetworkingbreakfast@gmail.com.

 

Breakfast no Verride Palacio Santa Catarina (foto: Raquel Wise)

 

* Créditos da foto de capa Raquel Wise

Deixar uma resposta