cultura&ócio

Quem quer “olhar por dentro” os palheiros da Costa Nova?

São fotografados e filmados vezes sem conta. O seu colorido é contagiante e digno dos melhores postais de viagens. Falamos dos palheiros da Costa Nova – também conhecidos por casas às riscas -, habitações que tornam esta praia do município de Ílhavo tão especial e digna de uma visita. Por norma, só as conseguimos ver a partir do exterior – são habitações particulares -, e, com a melhor das hipóteses, aproveitamos uma janela ou porta aberta, para espreitar um ou outro pormenor do interior.

Mas fica essa nota: no dia 29 de Julho, alguns desses palheiros vão abrir-se ao público no âmbito de uma iniciativa designada de “Olhar por dentro” – uma parceria entre o 23 Milhas e a Talkie Walkie, uma empresa de divulgação de arte e arquitectura.

A acção, que já tem vindo a percorrer vários locais do município, irá, assim, desvendar os “palheiros” da Costa Nova, outrora armazéns para os homens dos mares e mulheres da terra – e caracterizados por cores ocres e pretas. Hoje, abundam as cores, as “risquinhas”, e ninguém lhes fica indiferente.

Aqueles que quiserem ficar a conhecer toda a história e contexto desta transformação só têm de se inscrever na iniciativa “Olhar por dentro”. O ponto de encontro do “Olhar por Dentro” é sempre na Casa da Cultura de Ílhavo. Os bilhetes custam dois euros e estão à venda on-line, na Casa da Cultura de Ílhavo ou na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré. O transporte entre os edifícios está incluído. Vamos encher o nosso sábado de cor?

 

Fotos de SPhoto Bio

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s