moda&design

Chapéus há muitos, mas os de “Plabo y Mayaya” vão estar em destaque

Nem todos arriscamos usar e abusar deste acessório mas a verdade é só uma: os chapéus conferem uma aparência chique e sofisticada ao visual – uma das maiores provas (e talvez a mais exuberante) dessa teoria surge, ano após ano, por ocasião corridas de cavalos em Ascot, Inglaterra. Há quem não abdique deles, especialmente em ocasiões e festividades especiais, e mesmo quem não tem por hábito completar o “look” com este adorno, dificilmente conseguirá passar indiferente a uma montra de chapelaria.
Mais ou menos clássicos, com muitos ou poucos enfeites, os chapéus são uma peça bonita de se ver. Especialmente aqueles que são produzidos pelas grandes casas e designers de chapelaria, como é o caso da dupla Pablo Merino e Mayaya Cebrián – autores de chapéus e toucados para vários estilistas internacionais e membros da Casa Real de Espanha – que vão expor em Portugal, mais concretamente no Museu da Chapelaria, em São João da Madeira, a partir do dia 20 de Maio.
A dupla espanhola é responsável por “uma das mais importantes marcas da indústria chapeleira” e goza de um “prestígio indiscutível” a nível mundial, exportando para países como Portugal, Angola, França, Itália, Alemanha, Bélgica, Grã-Bretanha, Japão e Brasil – são conhecidos por adornarem com as suas peças algumas das cabeças mais importantes do seu país, como é o caso da rainha Letizia e dos restantes membros da Casa Real Espanhola.

Mais de 70 peças para ver

Para o Museu da Chapelaria a dupla vai trazer 78 peças, entre as quais se incluem as da colecção “Alice no País das Maravilhas”, que para o Outono-Inverno de 2010 e 2011 propunha toucados com orelhas a lembrar a Lebre de Março e o Coelho Branco, aplicações multicolores alusivas à Rainha de Copas e cartolas com rendas, laços e flores inspiradas no Chapeleiro Maluco.
Outra linha a conhecer no museu será a “Schweppes Lemon Dry”, que foi apresentada pela primeira vez no Open de Ténis de Madrid de 2013 e conjuga tons e materiais associados aos ingredientes da bebida que dá nome à colecção, propondo assim amarelos, verdes, turquesas e metalizados para tules, plumas selvagens e cristais.
Mas há mais – muito mais – para apreciar na mostra intitulada “Plabo y Mayaya” – que é também o nome da marca dos dois chapeleiros – e que irá ficar patente ao público até ao final do mês de Setembro.

 

A rainha de Espanha, com uma criação da dupla

One thought on “Chapéus há muitos, mas os de “Plabo y Mayaya” vão estar em destaque

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s