boa forma&saúde

Dietista portuguesa propõe uma “Guerra ao Açúcar”

O alerta já não é novo e tem vindo a ser propalado por vários médicos, a nível nacional e internacional. O açúcar faz mal, especialmente quando consumido em excesso, e o mais grave é que, na maioria das vezes, nem temos consciência de que o estamos a ingerir. Ele está lá, escondido, em muitos dos alimentos que fazem parte da nossa alimentação diária (pão de forma, cereais embalados, bolachas, barras de cereais, enlatados, etc.), razão pela qual temos vindo a ser bombardeados com esse aviso: é preciso prestar especial atenção aos alimentos fáceis de comer e que já vêm prontos.
A Organização Mundial da Saúde já o considerou o “veneno” do século XXI, uma vez que ele é responsável por doenças cardiovasculares, obesidade, diabetes e até cancro.
A palavra de ordem passa, assim, por recolhermos o máximo de informação possível com vista a atenuar os erros que andamos a cometer – a bem da nossa saúde e, também, da nossa linha. E é precisamente aí que o livro “Guerra ao Açúcar”, da autoria da dietista Sónia Marcelo, pode dar uma ajuda. Com lançamento marcado para o dia 26 de Abril, em Lisboa, este livro “faz mais do que alertar para os perigos do açúcar”. Como? Apresenta uma compilação exaustiva de alimentos e ajuda-nos a compreender o açúcar presente e até escondido na maioria dos alimentos da nossa despensa. E desfaz alguns mitos – “sabia que 100 gramas de Bolacha Maria tem mais açúcar que uma bola de Berlim?”.

 

Ao longo das 208 páginas desta “Guerra ao Açúcar”, e para ajudar a reduzir este “doce veneno” na alimentação dos portugueses, Sónia Marcelo propõe um plano alimentar de desintoxicação para 21 dias e receitas práticas e saborosas para fazer em casa.
E por muito que sejamos tentados a pensar que nem consumimos tão açúcar quanto isso, a verdade é que os números não enganam: “em média, cada português consome 16 pacotes de açúcar por dia”. Contas feitas: “são 3 quilos por mês e quase 35 quilos de açúcar por ano”, aponta a dietista.
“Guerra ao Açúcar” é editado pela “Saída de Emergência” e vai estar à venda por 16,60 euros.

 

Anúncios

One thought on “Dietista portuguesa propõe uma “Guerra ao Açúcar”

  1. Açúcar é um doce veneno, é comprovado que é inflamatório .
    Confesso que é difícil, não cair na
    tentação de uma bela sobremesa.Porém temos ,algumas alternativas para substituí-lo, como a tâmara ,o agave azul, adoçantes naturais.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s