boa forma&saúde

Boas notícias: ainda está a tempo de ficar em forma para o Verão

As temperaturas já começaram a subir, reclamando por roupas mais leves e frescas – e, acima de tudo, menos roupa. É a Primavera que está aí à porta e com ela toca a campainha: está quase, quase, na altura de tirar o bikini do armário e passar a fazer da praia o nosso local de eleição. E, não obstante todos os avisos, é apenas nesta altura do ano que muitas pessoas se preocupam com a boa forma física. Os ginásios enchem-se de gente, nestes meses que antecedem o Verão, à procura de um verdadeiro milagre: conseguir um corpo de sonho em algumas semanas. Mas não será tarde de mais? Decidimos pedir a opinião a um especialista na matéria e temos boas notícias: sim, ainda vamos a tempo.

“Vamos sempre a tempo, nunca é tarde para começar a tratar do nosso corpo e da nossa saúde. Seja por pura vaidade, pelo Verão que está aí a porta ou pelo casamento da amiga/o que está para breve, ou qualquer outra a motivação, o importante é começar”, introduz o personal trainer Carlos Teixeira, que é um dos dinamizadores da plataforma “My Blue Band” – um portal electrónico que disponibiliza planos de treinos, conselhos de nutrição, entre outros serviços. Ainda que reconheça que andar “três quartos do ano sem fazer nenhum tipo de exercício e, depois, durante três meses, fazer dietas malucas não é a melhor opção e até pode trazer complicações”, Carlos Teixeira adianta algumas dicas para quem precisa de resultados rápidos.

O conselho “número um” diz respeito, desde logo, à alimentação. “A dieta representa 70% de um estilo de vida saudável, o exercício só ajuda a maximizar esses benefícios. Se por acaso tiverem de escolher entre ter tempo para comer correctamente ou fazer exercício, optem sempre pelo comer bem”, aconselha o personal trainer. Comer bem que, neste caso, também quer dizer comer de forma consciente, uma vez que, alerta, “hoje em dia, muitos produtos que são vendidos como sendo saudáveis, mas estão cheios de açúcar ou outro tipo de ingredientes prejudiciais”. “Olhem para o rótulo, tornem-se detectives e cientistas dos alimentos que ingerem”, sugere Carlos Teixeira. Mas vamos à prática: mais do que iniciar esta ou aquela dieta, devemos tentar perceber “o que funciona para o nosso corpo e manter essas mudanças para sempre”.

Entre as regras básicas estão: “beber 0.033 vezes o seu peso corporal em água por dia (exemplo 0.033x70kg = 2.31 litros)”; “cortar o açúcar, álcool, glúten (pão, pasta, cereais)”, “diminuir a quantidade de fruta (sim, fruta e vegetais são completamente diferentes), optar por frutas com um baixo índice calórico”, “introduzir boas gorduras como abacate, óleo de coco, manteiga (bio de preferência) e azeite”, “optar pela melhor carne e peixe que a vossa carteira puder suportar (biodinâmica/orgânica)”, destaca o dinamizador da “My Blue Band”. E muito importante: “consumir proteína e boa gordura em todas as refeições”, para não correr o risco que tantas pessoas correm ao optar por apenas comer uma salada a seguir a um treino. “O corpo precisa de nutrição, da melhor qualidade possível. Se não a tiver, um dia, sem nos apercebemos e estamos a comer um pacote de bolachas inteiro ou a devorar tudo o que temos na despensa”, aconselha Carlos Teixeira.

Dormir bem é essencial

Já ouvimos falar dessa recomendação, mas nunca é demais lembrar. Dormir bem ajuda a emagrecer. “É durante a noite que o corpo recupera e regenera”, na certeza de que dormir “entre 7 a 8 horas é essencial para acordar com energia para fazer exercício e para tomar boas opções em relação à alimentação”, vinca o personal trainer. “Quanto mais cansados estamos mais procuramos alimentos super calóricos e não os que vão ajudar a perder a barriguinha de que as pessoas tanto se querem ver livres”, acrescenta.
Igualmente importante é optar por pequenas – mas grandes mudanças – nos nossos hábitos diários. “Opte sempre pelas escadas, se vai falar ao telemóvel faça-o sempre a caminhar, estacione o carro mais longe para que tenha de andar mais um pouco, vá de bicicleta para o trabalho, seja criativo”, exemplifica. “Estas pequenas mudanças operam milagres. Aquilo que em inglês é chamado de non-exercise faz uma enorme diferença para atingir a saúde ideal”, destaca o personal trainer, que está radicado em Londres há cerca de 10 anos.

Encontrar uma actividade que dê prazer

A ordem é, assim, para nos mexermos o mais possível. Treinar com regularidade e, mais importante do que tudo, com prazer. “Muitas pessoas vão para o ginásio fazer coisas que não gostam. Claro que não vão lá muitas vezes. Quanto tempo acham que uma criança conseguia passar numa passadeira no ginásio? Agora, se lhe derem uma bola de futebol, joga a tarde toda”, exemplifica Carlos Teixeira. “Inscreva-se numas aulas de dança, vá correr para a praia, pegue na bicicleta e vá, arranje um personal trainer ou inscreva-se num ginásio que faça um acompanhamento personalizado, levante pesos, faça Yoga, vá ao Youtube e procure o canal que lhe pareça melhor (há dezenas de vídeos que pode fazer), compre meia dúzia de pesos la para casa”, sugere. “Hoje em dia, não há mesmo desculpa para não fazer exercício. Há sempre volta a dar, pequenas mudanças vão criar um resultado enorme”, assegura o personal trainer.

Fotos Pixabay

 

Anúncios

One thought on “Boas notícias: ainda está a tempo de ficar em forma para o Verão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s