cultura&ócio

Ela gosta de contar histórias e nós gostamos de as ler

Se há pessoas que têm o dom de contar histórias que nos marcam ela é uma delas. Não ousamos perguntar qual é o seu segredo, mas se tivéssemos de arriscar uma resposta apostaríamos na sua sensibilidade em relação ao que a rodeia e, acima de tudo, às pessoas. Assessora de comunicação, mãe de dois filhos, esposa, e militante activa de um partido político, Catarina Resende é também (e cada vez mais) escritora.
Uma verdadeira mulher do leme que insiste (e ainda bem) em partilhar com os outros uma das suas maiores virtudes: a escrita. No próximo dia 19, lança um novo livro, no qual fala de uma realidade que nos envolveu a todos – a uns mais que a outros, é verdade -, os recentes anos de austeridade.
Em “Acima das nossas possibilidades”, editado pela Capital Books, a autora, de 44 anos, fala das “dúvidas dos governantes” que aplicaram as políticas de cortes de rendimentos e aumento da carga fiscal, e “das consequências dessas medidas políticas na vida das pessoas”.
Uma narrativa que vai sendo desenvolvida ao longo de “duas histórias paralelas” – “a de um assessor do Governo e a de uma família em que quase todos estão desempregados” – e que promete surpreender o leitor.
Com essa certeza: esta é uma história inspirada na vida real, nos muitos relatos que Catarina Resende foi conhecendo através das páginas dos jornais. Testemunhos de “famílias e pessoas que passaram muito mal” e também da “dificuldade que quem governou terá tido em tomar algumas decisões”. Prova dessa ligação à vida real é o facto de o livro ser dedicado, postumamente, a uma história que impressionou muito a escritora: a de “um senhor grego, com cerca de 70 anos, que se suicidou em plena Praça Sintagma, porque não conseguia viver”.
E são estes estes – e outros – pormenores que nos levam a aguardar, com expectativa, a possibilidade de folhearmos “Acima das nossas possibilidades”, que é já o quarto livro de Catarina Resende (a autora já publicou “Quase Feliz”, “Amo-te de morte” e “Do lado errado da noite”). Essa vontade vai tornar-se realizade já este domingo – sessão agendada para as 16.30 horas, na Biblioteca Municipal de Ílhavo. Para aqueles que estão próximo de Lisboa fica também essa nota: “Acima das Possibilidades” vai ser, também, apresentado na capital – no dia 20, na loja Fnac do Centro Comercial Vasco da Gama (18.30 horas).

 

 

* Créditos da foto de Catarina Resende: Carlos Duarte

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s