carreira&trabalho

A mulher que ajudou Trump a chegar à Casa Branca

Esta sexta-feira, o mundo está de olhos postos nos Estados Unidos da América, mais concretamente em Washington, onde decorre a cerimónia da tomada de posse de Donald Trump, que tanta tinta tem feito correr nos jornais. Polémicas à parte, a verdade é que a América ganha uma nova equipa presidencial, no seio da qual há uma mulher que já conseguiu destacar-se – e não, não falamos da futura primeira dama, Melania Trump. O alvo da nossa atenção é Kellayanne Conway, a mulher por detrás da vitória eleitoral que surpreendeu a América e o mundo – foi directora da campanha de Trump – e que vai, agora, assumir o cargo de conselheira presidencial.
Mas quem é, de facto, esta que foi a primeira mulher directora de campanha na história dos Estados Unidos que viu o seu candidato a conquistar a Casa Branca? Kellayanne tem 49 anos, é casada e tem quatro filhos. Cresceu em New Jersey onde, em 1982, foi eleita a Princesa do Mirtilo num concurso de beleza. Formada em ciências políticas é co-autora de um livro sobre o eleitorado feminino (What Women Really Want: How American Women Are Quietly Erasing Political, Racial, Class, and Religious Lines to Change the Way We Live ).
Em 2015, num programa televisivo, dedicado a “supermães”, definiu aquelas que são as linhas orientadoras da sua vida: “Família, fé e movimento constante”.

Avessa a palavrões

Kellayanne diz-se avessa a palavrões  e, em declarações à rede de televisão MSNBC, explicou qual a razão de ter conseguido chegar à direcção da campanha do empresário: “[Donald Trump] sabe que não adoço a realidade, mas sou muito educada ao passar a mensagem”.
Kellayanne Conway assumiu a direcção da campanha de Donald Trump já na recta final da corrida à Casa Branca, em Agosto, depois da demissão de Paul Manafort – o experiente consultor político era alvo de cada vez mais pressão devido aos maus números nas sondagens de Trump e também esteve sob intenso escrutínio devido às suas ligações ao ex-presidente ucraniano, Viktor Yanukovych. Antes de integrar a equipa de Trump, esteve a trabalhar num grupo pró-Ted Cruz, maior rival do milionário que acabou por ser eleito presidente dos EUA.
Agora, na Casa Branca, Kellyanne Conway “vai conservar o papel de conselheira próxima do presidente e vai trabalhar com altos responsáveis para aprovar e delinear eficazmente as prioridades legislativas e iniciativas da administração”, explicou Donald Trump, num comunicado emitido no final de Dezembro.

Créditos da foto: CNN

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s